Kari Rueslatten

Kari Rueslatten

Kari Rueslatten

Entrevista realizada en el año 2013

Previous interview in 2013

>> Version Español <<
>> English Version <<


Kari Rueslåtten Vol.1
PDF Gratis - Free!

Descargar - Download >>
(Click right and Select 'Save targer as')



Kari, você pode revelar alguma curiosidade sobre o novo álbum?


A primeira coisa que eu escrevi foi o título - decidi que iria se chamar "To The North" antes mesmo das canções serem compostas, mantendo uma espécie de ponte enquanto eu as escrevia.

Qual o significado do nome do novo álbum "To The North"?


Pra mim significa voltar pra casa, meu intuito é levar o ouvinte à uma viagem de volta pra casa, nesse caso, no norte europeu.

A partir do titulo, podemos esperar músicas com influências inspiradas em suas raízes nórdicas? Caso o álbum seja voltado a suas raízes, podemos esperar canções em norueguês?


Sim, eu sempre me inspirei na natureza nórdica e pelas músicas tradicionais, o que é bem evidente em diversas canções do álbum. Não, me desculpe - não há nenhuma canção cantada em norueguês

Como estão as expectativas para o show do The Sirens em Trondheim com o Nightwish, já que Toumas Holopainen te considera como uma de suas vocalistas favoritas?


É uma grande oportunidade, e também é como se tivesse "fechando o círculo". Como Tuomas disse, ele sempre se inspirou em nossas ex bandas [The 3rd and The Mortal, The Gathering e Theatre of Tragedy]. Estamos muito empolgadas! Também, pessoalmente pra mim é ainda mais especial que o show será em minha terra natal, Trondheim.

Que experiência você pode nos contar sobre a sua visita a América Latina com as The Sirens?


Estar na América Latina foi incrível! Eu estou tão gratificada pelo fato de que eu finalmente tive a oportunidade de visitar. Foi como um sonho realizado - é um público tão simpático e acolhedor, senti como se tivesse em casa.

To The North Tour já tem algumas datas confirmadas na Noruega e Alemanha. Existe possibilidade de a América Latina receber a tour do "To The North"? Observação: Brasil te ama!


Aww, muito obrigada! Sim, eu gostaria que isso acontecesse! Estou cruzando meus dedos para que essa oportunidade apareça em breve novamente!.

Além da carreira solo e o projeto com o The Sirens, que planos tem para o futuro?


Agora, meu primeiro plano é o lançamento do meu novo álbum solo dia 22 de outubro. Depois disso eu entrarei em turnê com ambas esse outono e no ano que vem. E depois eu espero começar a compor meu novo álbum - não posso parar!.

Muitas cantoras de metal estão trabalhando em projetos paralelos junto a grandes músicos, como Arjan Lucassen e Devin Townsend. Você estaria disposta a trabalhar em um projeto paralelo com algum destes músicos?


Não estive em muitos projetos no começo da minha carreira, sempre fui mais focada em meus álbuns solos. O The Sirens me mostrou o quão maravilhoso é trabalhar em projetos. Foi extremamente divertido tocar ao vivo ao lado dessas artistas maravilhosas e talentosas como a Anneke e a Liv, também me fez abrir portas para novos projetos no futuro.

Fiquei muito emocionado, quando "Push" entrou no setlist. Como se sentiu ao canta-la depois de tanto tempo? Podemos ver mais músicas antigas adicionadas ao set?


Obrigada! Sim, foi maravilhoso tocar "Push" novamente ao vivo! Eu havia me esquecido o quão é divertido isso. Pra próxima turnê eu irei ver se coloco algumas músicas antigas no setlist, talvez algumas do meu primeiro álbum solo [Spindelsinn] também, e nessa turnê solo teremos mais canções acústicas.

No lado pessoal, sou um colecionador de vinis, e me encantaria ter seus discos antigos neste formato. Você considerou um relançamento de sua discografia neste formato?


Sim, é incrível! Eu lancei alguns álbuns nesse formato, como Other People's Stories, Time to Tell e também o meu novo álbum. Também estamos trabalhando numa versão especial no formato vinil para o primeiro single do novo álbum

Sabemos que você vai cantar "Turn, Turn, Turn" pela primeira vez no OLAVSFESTDAGENE. O festival ocorre entre 28 de Julho e 02 de Agosto na sua cidade. Você pode contar um pouco mais sobre este lindo festival?


Foi uma experiência maravilhosa! O tema do festival foi "Time" e "Turn, Turn, Turn" foi uma canção em que eles me convidaram pra cantar pelo fato de que ela realmente abraça esse tema - trata-se de "o círculo da vida" e que "há um tempo e lugar para tudo", como a própria canção diz.

Depois do show do The Sirens no Chile, fiquei muito impressionado com o sombrio e poderoso som das velhas canções acompanhadas de uma banda. Sei que em uma entrevista anterior você me disse que estava muito nervosa com a sua carreira solo, mas depois da experiência com o The Sirens, você já pensou em voltar para gravar algo mais pesado?


Bom, eu não tenho certeza do que virá no futuro, mas eu escreverei canções obscuras e pesadas também.

Recentemente você esteve em Liverpool para a gravação do novo disco. Como foi a gravação, e como é a sua relação com o restante da banda?


Foi muito bom gravar em Liverpool. Tudo foi gravado ao vivo no estúdio, o que adicionou um toque especial nas canções - Estávamos muito concentrados e focados nos takes; você não quer cometer um erro que arruina o take pra todo mundo! Minha relação com os outros músicos é muito boa, eles foram tão calorosos com as canções e as abraçaram de uma maneira incrível!

Você gravou um vídeo clipe para a canção "Why So Lonely" dirigido por Aksel Dalili. Qual o conceito por trás dele? Como foram as filmagens?


O clipe foi gravado no ambiente externo de Estocolmo na Suécia, acabando com eu indo pra água. Aksel e seu time fizeram e realizaram um ótimo trabalho, trabalham pesado e são bem dedicados. O conceito do clipe foi tentar colocar no mesmo emoções nas quais eu senti quando estava compondo e cantando algumas linhas - sobre o amor, a vida e a morte basicamente.

Você já pensou em gravar algum material audiovisual, como um show em DVD por exemplo?


Nós pensamos sobre isso, mas ainda não veio oportunidade. É muito caro fazer isso por conta própria, porém iremos ver isso no futuro.

"Turn, Turn, Turn" será o único single com clipe, ou podemos esperar um novo vídeo para promover To The North?


Será lançado um novo single em breve, dia 28 de agosto - "Battle Forevermore" e gravamos clipe pra ele também!

Que grupo ou cantor(a) você tem escutado ultimamente? Pode recomendar um artista do seu gosto


Recentemente eu escutei várias bandas, estamos tocando em muitos festivais de rock e metal na Europa agora com o The Sirens, que também me inspiraram a escutar. Tenho escutado uma artista norueguesa chamada Anneli Drecker que acabou de lançar seu novo álbum "Rocks and Straws" - é incrível, ela é uma cantora extraordinária! E também o novo álbum do Nightwish é maravilhoso, muitas melodias boas e também e extremamente enérgico!.

Kari, você tem alguma música favorita do seu disco anterior "Time To Tell" ou dos álbuns mais antigos? Para mim Trollferd tem um grande significado... Fiquei muito emocionado ao escuta-la em São Paulo


É difícil dizer quais são minhas canções favoritas, pelo fato de que todas elas tem um grande significado pra mim, mas "Trollferd" tem um valor muito especial pra mim, foi a primeira canção depois que deixei o The 3rd and The Mortal. Eu estou muito contente que você gostou de eu ter tocado em São Paulo!

Com qual vocalista do Metal ou de outros estilos musicais, você tem vontade de realizar um "feat"?


Oh, que difícil - eu terei que pensar sobre.

Meu pequeno site "tributo a você" (www.karirueslatten.cl), fará 10 anos em 2015, só quero dizer que continuarei apoiando sua carreira artística por muito tempo ainda, em agradecimento por seu grande trabalho musical em todos esses anos.


Muito obrigada! Eu realmente fico lisonjeada pelo seu esforço na page, significa muito pra mim. Eu fico contente de ouvir isso também e espero que goste do meu novo álbum.

Kari, obrigado pela entrevista. Poderia enviar uma mensagem aos fãs chilenos e brasileiros?


Obrigada pela entrevista também! Sim, claro - Olá pessoas maravilhosas do Chile e do Brasil! - Espero vê-los na turnê novamente!

Obrigado novamente por seu tempo Kari, esperamos ver você muito em breve na América Latina


Obrigada - e eu também! :-)